Os deputados Carlos Costa Neves (PSD) e Júlio Miranda Calha (PS) foram, esta quinta-feira, eleitos como representantes da Assembleia da República no Conselho Superior da Defesa Nacional, órgão consultivo do Presidente da República, após votação no Parlamento.

De acordo com a Lusa, entre os 207 parlamentares presentes esta quinta-feira na reunião plenária, os nomes propostos, respetivamente o ministro dos Assuntos Parlamentares do segundo Governo liderado por Passos Coelho e o antigo vice-presidente da Assembleia da República e secretário de Estado de vários executivos do PS obtiveram 165 votos a favor, 39 em branco e três nulos.

Para outro órgão do Estado exterior ao Parlamento, a Comissão Nacional de Eleições, os escolhidos e sufragados foram Francisco José Martins (PSD), José Manuel Mesquita (PS), Carla Sofia Luís (BE), João Tiago Machado (CDS-PP), José Manuel Almeida (PCP) e Álvaro Saraiva (PEV), com 187 votos favoráveis, 16 "brancos" e quatro nulos.

No Conselho Geral do Centro de Estudos Judiciários passam a ter assento António Conceição Guedes (PSD) e Isabel Moreira (PS), tendo Américo Morais (PSD) e Fernando Anastácio (PS) como suplentes, depois de uma votação de 163 a favor, 37 em branco e sete nulos.

Maria Conceição Gomes (PS) e Gustavo Behr (BE) estarão no Conselho Pedagógico do Centro de Estudos Judiciários, ao merecerem 122 votos a favor, 68 "brancos" e 17 nulos, enquanto a Comissão de Fiscalização dos Centros Educativos vai contar com Maria Morgado do Vale (PSD), Rosário Amaro da Costa Carneiro (PS) e a suplente proposta pelo PSD Conceição Jardim Pereira (167, 34, seis).