O deputado socialista Sérgio Sousa Pinto demitiu-se do secretariado nacional do PS, sem avançar com as razões da sua decisão e diz apenas que falará nos órgãos do partido.

Contactado pela agência Lusa, Sérgio Sousa Pinto confirmou que se demitiu do secretariado nacional, não esclarecendo o que o levou a abandonar o órgão mais restrito de decisão dentro do partido.

"Falarei nos órgãos do partido", referiu apenas. Para terça-feira à noite está agendada uma reunião da comissão política nacional socialista.

O jornal I, que avançou com a notícia, adianta que Sérgio Sousa Pinto se demitiu em rutura com a estratégia do secretário-geral do PS, António Costa, de tentar formar Governo com o PCP e o Bloco de Esquerda.

Ainda segundo aquele jornal, Sérgio Sousa Pinto defende que é a coligação que deve formar Governo.

Antigo líder da JS, Sérgio Sousa Pinto foi deputado na última legislatura e foi reeleito nas eleições legislativas de domingo, pelo círculo de Lisboa, onde ocupava o sétimo lugar da lista.