O deputado do PSD Duarte Pacheco destacou hoje que o valor do défice é 10 por cento mais baixo que no mesmo período em 2013 e considerou que os sacrifícios dos portugueses «estão a valer a pena».

«O valor do défice é de 10 por cento mais baixo que o do mesmo período o ano passado. Isso é positivo», afirmou o deputado, em declarações à Agência Lusa.

O défice das administrações públicas atingiu os 2.217,5 milhões de euros até abril deste ano, um aumento de 1.393,3 milhões de euros face ao mês anterior, segundo a Direção-Geral de Orçamento (DGO).

De acordo com a síntese da execução orçamental de abril, hoje publicada pela DGO, o saldo provisório das administrações públicas, relevante para efeitos de aferição do cumprimento do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro (PAEF) ascendeu, até abril de 2014, a 2.217,5 milhões de euros, o que «compara favoravelmente com o valor observado em igual período do ano precedente (-2.411,3 milhões de euros)».

Para o deputado social-democrata, estes dados «mostram que os sacrifícios estão, de algum modo, a valer a pena» mas também que «é preciso continuar a manter o rigor cada dia que passa para ser possível diminuir a dívida pública».

A diminuição do défice, face ao ano anterior, «resulta do aumento de impostos mas também mostra que há uma consolidação da retoma económica que já se adivinhava».

Por outro lado, Duarte Pacheco destacou o «valor extremamente alto dos juros que são pagos, não por as taxas de juro serem muito altas mas porque o montante da dívida é muito elevado».

«Isso significa que vamos ter que manter o rigor cada dia que passa para ser possível diminuir a dívida pública e por essa via diminuir os juros e ter valores de défices mais reduzidos e por ventura até diminuição da receita fiscal», disse.