"Os políticos têm de responder ao mandato eleitoral que recebem. [O que se pretende] é que substitua este governo para substituir as suas políticas. Não faz sentido se quero mudar de política [ter compromissos com o PSD]"







"Não faço nenhuma especulação sobre o dia a seguir às eleições. A responsabilidade de todos os políticos é respeitar a vontade do eleitorado e, em segundo lugar, não colocar interesses dos seus partidos à frente do país. A minha vontade era a de que os portugueses manifestassem resultado inequivocamente"








Última pergunta: há algo de que se arrependam de ter feito?



Tudo sobre o debate Passos vs. Costa:

Passos cola Costa a Sócrates. "Está enganado", diz o líder do PS

Passos nega corte de pensões, Costa nega plafonamento encapotado

Impostos: “Não queremos regressar às experiências de Sócrates”

"Não ouvirá da minha boca uma promessa quantificada"

Passos admite falha no SNS, Costa promete baixar taxas moderadoras

"Pela primeira vez há um governo que vai entregar menos riqueza"

"Passos Coelho é um passa culpas permanente no caso BES"