O BE insistiu esta segunda-feira na realização de eleições antecipadas a 15 de setembro, advertindo que cabe ao Presidente da República garantir «o regular funcionamento das instituições» e que «a recauchutagem do Governo potencia as tensões políticas na coligação».

«Dissemos ao senhor Presidente da República que do nosso ponto de vista o Governo de Pedro Passos Coelho deve ser demitido e devem ser convocadas eleições legislativas antecipadas, tendo indicado ao senhor Presidente da República que nessa circunstância a data que propomos para a realização das eleições será o dia 15 de setembro», afirmou João Semedo.

O coordenador do BE falava no final de uma audiência de cerca de meia hora com o Presidente da República, no Palácio de Belém, em que esteve acompanhado pela coordenadora bloquista, Catarina Martins, e pelo líder parlamentar, Pedro Filipe Soares.

Antes tinha sido a vez do Partido Ecologista «Os Verdes», que consideraram que « o único caminho é a dissolução da AR e eleições».

Segue-se o PCP e o Governador do Banco de Portugal