O primeiro-ministro e líder do PSD, Pedro Passos Coelho, vai interromper a campanha eleitoral para participar na cimeira extraordinária da União Europeia (UE) marcada para dia 23, confirmou esta quinta-feira à Lusa fonte do seu gabinete.

Os líderes da União Europeia (UE) vão reunir-se numa cimeira extraordinária, no dia 23, para debater a crise dos refugiados, anunciou hoje o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, na rede social Twitter.

 A cimeira tem início marcado para as 18:00 (17:00 de Lisboa) e tem lugar no dia seguinte a um conselho de ministros do Interior da UE, também marcado extraordinariamente para debater o problema dos fluxos migratórios e a proposta de distribuição de mais 120 mil refugiados que se encontram na Grécia, Itália e Hungria.

No dia 23, a agenda da coligação Portugal à Frente, que inclui PSD e CDS-PP, prevê deslocações aos distritos de Bragança e Vila Real, que serão asseguradas pelo líder democrata-cristão, Paulo Portas.