O Partodo Ecologista «Os Verdes» classificou como «um inadmissível roubo» a intenção do Governo de reduzir em 10% o valor das pensões dos funcionários públicos e alertou para os «impactos gravíssimos» que a medida terá para a economia.

«A pretensão do Governo de levar a cabo um novo corte nas pensões dos pensionistas e reformados da função pública, seja ele de 10 por cento ou de outro valor é, no entender do Partido Ecologista Os Verdes, um novo e inadmissível roubo que terá impactos gravíssimos nas suas vidas assim como na própria situação económica do país», lê-se num comunicado do PEV, de acordo com a Lusa.

Na nota, «Os Verdes» lembram também que, devido às situações de desemprego, os pensionistas são neste momento o suporte económico de todo o agregado familiar e assinalam que «este novo roubo aos pensionistas» irá provocar uma nova baixa do poder de compra, «que irá afetar ainda mais o mercado interno e terá impactos danosos na economia nacional, contrariando todas as intenções e conversetas do Governo relativas à sua reativação».