Tratado: adenda do PS foi uma «palhaçada»

O comentário de Constança Cunha e Sá na TVI24

Por: tvi24 / CF    |   13 de Abril de 2012 às 23:36
Constança Cunha e Sá dedicou o comentário na TVI24 ao tratado europeu.

Com muitas críticas ao documento, mas também ao Partido Socialista.

«Acho que aquilo foi uma palhaçada. Apresenta-se uma adenda que não diz coisíssima nenhuma, é chumbada. Primeiro havia liberdade de voto, depois há disciplina de voto. O que conta é que o PS votou a favor. Ponto».

Os partidos da maioria também não escapam às críticas. «Nenhum dos partidos explicou aos portugueses o que está em causa» com a ratificação do Tratado.

E o que está em causa é «muito importante para Portugal». A comentadora vai a ponto de dizer que este tratado «é grave» porque ficamos sujeitos «à política da Alemanha». O tratado é uma «chantagem da França e da Alemanha» e, países pequenos, como Portugal, «não têm saída» senão são «corridos do Euro».
PUB
EM BAIXO: CCSA
CCSA
COMENTÁRIOS

PUB
Grécia falha pagamento ao FMI e entra em incumprimento: e agora?

Prazo para o governo grego pagar a dívida de 1.5 mil milhões de euros ao FMI terminou quando bateram as doze badaladas em Bruxelas (23:00 em Lisboa). Ao não pagar ao FMI, a Grécia junta-se à Somália, ao Sudão e ao Zimbabué, os três países que estão em dívida com o Fundo Monetário Internacional. O incumprimento grego já é oficial, mas não é ainda formal