O líder parlamentar do PS, Carlos César, é o único candidato ao cargo de presidente dos socialistas, cuja eleição se realiza na sexta-feira, disse à agência Lusa fonte oficial da Comissão Organizadora do Congresso (COC).

O prazo para a entrega de candidaturas ao cargo de presidente do PS terminou nesta quarta-feira e, segundo os estatutos deste partido, cada candidatura tem de ser subscrita por cinco por cento do total de delegados com direito a voto (cerca de 1700) no congresso, que se realiza entre sexta-feira e domingo na Feira Internacional de Lisboa (FIL).

A lista de recandidatura de Carlos César ao cargo de presidente é encabeçada pelo secretário-geral do PS, António Costa.

Manuel Alegre, que entrou em divergência com a direção do PS na sequência da indicação de Carlos César para o Conselho de Estado no início da presente legislatura, é o segundo da lista de proponentes da recandidatura do ex-presidente do Governo Regional dos Açores, num sinal de que esse episódio estará ultrapassado.

Na lista de proponentes, segue-se a Manuel Alegre o antigo ministro dos Assuntos Sociais e fundador do PS António Arnaut, e a antiga ministra Maria de Belém, que foi presidente do PS durante a liderança de António José Seguro e candidata nas presidenciais deste ano.

LEIA TAMBÉM: Carlos César diz que nenhum líder deve demitir-se em consequência de autárquicas