Os responsáveis do Bloco de Esquerda reúnem este domingo a Mesa Nacional, ao longo do dia num hotel lisboeta, para analisar os negativos resultados eleitorais europeus de há uma semana e marcar uma convenção nacional.

De acordo com a Lusa, o encontro do órgão máximo entre convenções daquele partido está previsto começar pelas 11:00, numa unidade hoteleira do Martim Moniz, devendo realizar-se, já pela tarde, uma conferência de imprensa de balanço, na qual será anunciada a data e local da IX Convenção Nacional, previsivelmente em novembro também na capital.

«Os resultados não foram aqueles que desejámos e pelos quais lutámos. (...) O BE perdeu votos tanto para a abstenção como para outras forças políticas», reconhecem os coordenadores Catarina Martins e João Semedo numa mensagem enviada aos militantes.

Esta vai ser a primeira reunião após o sufrágio em que os bloquistas perderam dois mandatos em Bruxelas e Estrasburgo, ficando apenas representados pela eurodeputada Marisa Matias, que se manteve, como era o lema da campanha, «de pé!».

Comparando com as últimas europeias, o BE passou de 10,72% dos votos para 4,6%, ultrapassado pela coligação que junta comunistas e ecologistas (CDU) e pelo Movimento Partido da Terra e seu mediático cabeça de lista, o ex-bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho e Pinto.