A festa da coligação Portugal à Frente esteve marcada para o Marquês de Pombal. Às nove da noite estava montado um palco com videowall, com lugar para jornalistas e com  saídas de som.

O slogan pós-eleitoral da coligação esteve bem visível "Portugal segue em Frente" mas, às 10 da noite, todo o equipamento começou a ser desmontado. 

A razão apresentada aos jornalistas foi a chuva e o vento fortes que iam piorar a partir daquela hora. No entanto, por fim, foi dito que o material não seria montado, e que não ia haver festa no Marquês.

Os resultados eleitorais das eleições legislativas não chegaram para a coligação Portugal à Frente alcançar maioria parlamentar.