O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, desloca-se esta terça-feira a Lisboa para participar na 1ª Cimeira Portugal-Turquia, sendo recebido pelo Presidente Cavaco Silva antes de se reunir com o seu homólogo Pedro Passos Coelho no Palácio das Necessidades.

Davutoglu desloca-se ainda à Mesquita Central de Lisboa, onde se vai encontrar com representantes da comunidade muçulmana, para de seguida depositar uma coroa de flores num memorial erguido em homenagem a um diplomata turco e sua mulher, mortos por um grupo radical arménio em 07 de junho de 1982 frente à casa onde habitavam, na zona de Linda-a-Velha.

Antes da chegada de Ahmet Davutoglu ao Ministério dos Negócios Estrangeiros português para participar na cimeira, terão lugar reuniões setoriais entre delegações dos dois executivos.

Davutoglu e Pedro Passos Coelho deverão reunir-se durante meia-hora antes do início da sessão plenária e têm também prevista a assinatura de acordos bilaterais.

A visita do primeiro-ministro turco será concluída com um jantar oficial oferecido pelo homólogo português.

O último contacto a nível presidencial entre os dois países ocorreu entre 05 e 08 de maio de 2013, com a visita do ex-Presidente turco Abdullah Gul, enquanto a mais recente visita oficial decorreu em 23 e 24 de outubro de 2014, quando o vice-primeiro-ministro Paulo Portas se deslocou à Turquia.

Após o encontro intergovernamental, os dois primeiros-ministros dão uma conferência de imprensa conjunta, antes de um jantar oferecido pelo responsável turco em honra do seu homólogo português. De seguida, Davutoglu parte em direção a Nova Iorque.

Durante a visita de Passos Coelho à Turquia, entre 17 e 19 de novembro de 2012, o responsável português e o então primeiro-ministro turco Recep Tayyip Erdogan, atual Presidente, assinaram um «Documento estratégico para o reforço das relações bilaterais entre a Turquia e Portugal», e que deverá servir de base para o diálogo de hoje.

A crescente importância regional e estratégica da Turquia, em particular no campo energético, o processo de adesão daquele país à União Europeia e as relações económicas estarão entre os temas abordados nos encontros.