Os seis grupos parlamentares comprometeram-se esta quarta-feira em conferência de líderes a apresentar um voto conjunto de pesar pelas vítimas do ataque armado à redação do jornal satírico francês «Charlie Hebdo», devendo a Presidente da Assembleia da República subscrevê-lo.

SIGA AO MINUTO

A iniciativa pertenceu ao BE e foi acolhida pelos deputados dos restantes partidos, os quais vão dar o seu contributo ao texto final, a ser votado sexta-feira, podendo o mesmo vir a ser apresentado por Assunção Esteves, a fim de ganhar maior peso institucional, segundo o deputado-secretário Duarte Pacheco.

Dois homens irromperam hoje pelas instalações parisienses do 'Charlie Hebdo' e gritaram «vingámos o profeta», segundo testemunhas citadas por uma fonte policial, disparando indiscriminadamente com uma espingarda automática 'kalashnikov' e um lança-rockets.

O mais recente balanço oficial registou 12 vítimas mortais resultantes do ataque.