Jerónimo de Sousa tem insistido que a CDU será uma força de bloqueio de maiorias absolutas nestas eleições. E voltou a fazê-lo em Moura. No meio da rua, como resposta aos receios de um apoiante que o abordou. Uma conversa a envolver Deus, ovos e um cesto, que o líder comunista quer impedir que se encha.      

"Deus queira que o PS e o PSD não ganhem com maioria", foi interpelado desta forma Jerónimo de Sousa, pouco depois de ter saído do carro e ter começado a cumprimentar os populares.