A líder do CDS-PP anunciou hoje que vai pedir ao Presidente da República para que ouça os partidos sobre o processo de nomeação do procurador-geral da República (PGR) e insistiu na recondução de Joana Marques Vidal.

A posição foi transmitida por Assunção Cristas no final de uma reunião de cerca de uma hora com o presidente do Partido Popular (PP) espanhol, Pablo Casado, em Lisboa.

"Faço o apelo para que o senhor Presidente [da República] ouça os partidos neste processo. Sabemos bem que a competência da indicação é do Governo e da nomeação é do senhor Presidente da República, mas, face à importância do tema e à necessidade de termos garantias quanto ao perfil próximo PGR - espero que a atual possa ser reconduzida -, entendemos que seria importante o chefe de Estado poder ouvir todos os partidos", justificou Assunção Cristas.