O 26º Congresso do CDS-PP de 12 e 13 de março vai realizar-se no pavilhão multiusos de Gondomar sob o lema "em direção ao futuro", disse à Lusa o secretário-geral centrista António Carlos Monteiro.

O 26º Congresso do CDS será eletivo da liderança e escolherá o sucessor de Paulo Portas, com Assunção Cristas a protagonizar uma candidatura, e o vice-presidente do partido Nuno Melo fora da corrida.

O Congresso terá cerca de 1.100 delegados, 70% dos quais eleitos e 30% por inerência de cargos.

A corrente do CDS-PP Direita Social também anunciou que apresentará um candidato à liderança dos centristas.