O CDS-PP disse, esta terça-feira, que os portugueses têm atualmente preocupações «mais exigentes» que um eventual referendo sobre coadoção e adoção por casais do mesmo sexo hoje proposto por alguns deputados do PSD.

«Surgindo esta iniciativa de alguns deputados, o que nos parece, com todo o respeito, é que os portugueses têm preocupações bastante mais exigentes e difíceis no seu quotidiano», afirmou fonte da direção do grupo parlamentar do CDS-PP à agência Lusa.

A mesma fonte sublinhou ainda que o CDS-PP, numa altura de discussão do Orçamento do Estado (OE) para o próximo ano, entende que a regra do Parlamento deve ser «discutir apenas o Orçamento».

«Julgamos que devemos manter esta regra, discutir nesta altura o orçamento, não outras matérias, esta ou quaisquer outras», defendeu a fonte centrista.

Deputados do PSD propuseram hoje um referendo sobre a coadoção de crianças por cônjuges ou unidos de facto do mesmo sexo e a adoção plena por casais do mesmo sexo, casados ou unidos de facto.