logotipo tvi24

Orçamento: Governo e CDS longe de acordo

Após seis horas de reunião, ainda não há consenso

Por: tvi24 / CP    |   2010-01-16 16:18

CDS-PP e Governo ainda estão longe de um acordo quanto ao Orçamento de Estado e retomam as negociações na próxima terça-feira, disse o vice-presidente centrista Luís Queiró, após quase seis horas de reunião no Ministério das Finanças.

Negociações entre Governo e CDS-PP com «espírito positivo»

Em declarações aos jornalistas no final do encontro, o responsável do CDS-PP sublinhou a dificuldade do quadro económico actual, «de disciplina e rigor orçamental» impostos pela crise, e que, por isso, «exige imaginação e capacidade» para se encontrar «mecanismos compensatórios que permitam tomar certas medidas» e «implica escolhas e saber quais são as prioridades políticas».

«Somos um partido da oposição e nem sempre as prioridades políticas são as mesmas. É essa justaposição que estamos à procura nas áreas em discussão. Se lá chegamos, não sei. Hoje ainda estamos longe», disse Luís Queiró.

Também no final do encontro, o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, fez um balanço «claramente positivo» da discussão, mas escusou-se a comentar se um entendimento com o CDS está ou não mais perto.

«É cedo para o dizermos. Temos de levar as conversas até ao fim e fazer depois um balanço global e averiguar se sim ou não, se justifica esse entendimento», considerou.

Partilhar
EM BAIXO: Teixeira dos Santos
Teixeira dos Santos

John Boehner elogia parceria entre EUA e Portugal
Presidente da Câmara dos Representantes do Congresso norte-americano realça parceria a nível bilateral e das grandes organizações internacionais
Governo de acordo com Cavaco Silva em repor os «níveis de bem-estar»
O ministro da Presidência, Luís Marques Guedes, afirmou que o executivo está empenhado em «retomar uma trajetória de crescimento»
Se a Administração Pública não lhe responder vai ser castigada
Paula Teixeira da Cruz considerou que as alterações aprovadas constituem «um pilar essencial da reforma do Estado» e vão «revolucionar» a AP
EM MANCHETE
Morreu Gabriel García Márquez
Escritor colombiano, vencedor do Prémio Nobel em 1982, morreu aos 87 anos. Um dos maiores autores do século XX deixa ao mundo muito mais que «Cem anos de Solidão»
O que García Márquez escreveu sobre o 25 de Abril
Gabo: a «crónica de uma morte anunciada» pelo mundo