O chefe da diplomacia portuguesa, Rui Machete, disse esta quarta-feira à agência Lusa que Portugal encara a ascensão da China como «uma grande oportunidade de desenvolvimento» para o mundo e não como uma preocupação.

«Todos os países têm, por vezes, algumas tentações que têm que controlar e a China não escapa a essa regra, mas nós vemos sobretudo a China como um país amigo de Portugal e da Europa», afirmou Rui Machete.

«A China também ganha com este intercâmbio», acrescentou.

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Manchete é um dos governantes que integra a comitiva do Presidente português a China.

Em declarações à agência Lusa em Xangai, Rui Machete considerou a ascensão da China «uma grande oportunidade de desenvolvimento e de criação de bem-estar».

«Isso é mais importante do que alguns receios que se têm manifestado aqui e ali, e que, felizmente, se tem revelado injustificados», disse.

Segundo tambem realçou, «o governo e o povo chineses têm mostrado ao longo dos séculos uma grande sapiência».

«Não há razão para pensar que não vai continuar a ser assim», concluiu.

A China é a segunda economia mundial, com crescente influência na cena política internacional.