O Presidente da República inicia na segunda-feira uma visita de Estado de dois dias à Bulgária, seguindo depois para a Roménia onde também ficará dois dias. Cavaco Silva desloca-se a estes dois países acompanhado por uma delegação empresarial de mais de 20 empresários. São representantes de 24 empresas, de setores como a construção, moldes, consultadoria, energias renováveis, vinhos e azeite.

A última visita oficial de Cavaco Silva foi à Noruega, em maio, e teve os sectores do mar e da energia como os principais temas da agenda. Agora, a deslocação do chefe de Estado a estes dois países do leste europeu será fortemente marcada pelas áreas económica, empresarial e de investimento.

Na Bulgária, Cavaco Silva estará no Fórum Empresarial Bulgária-Portugal, que reunirá empresários portugueses e búlgaros. De acordo com a página oficial da Presidência da República, no evento serão abordadas oportunidades de negócio e investimento, bem como o reforço da cooperação entre as empresas de ambos os países.

Já na Roménia, o Presidente da República abrirá o Fórum Empresarial Roménia-Portugal, que reunirá empresários portugueses e romenos.

A cultura e a língua estarão também em destaque nesta deslocação. O Presidente da República vai visitar a Universidade de Sófia, onde terá um encontro com o Reitor, e visitará a exposição “Nós, os de Orpheu”. Na Roménia, vai visitar a Biblioteca Central Universitária, para participar na cerimónia de encerramento de uma conferência sobre relações culturais entre os dois países.

A Roménia está neste momento a atravessar uma crise política. Na semana passada, o Ministério Público anticorrupção (DNA) publicou acusações contra o primeiro-ministro social-democrata, Vitor Ponta, que está a ser investigado por cumplicidade de evasão fiscal e branqueamento de dinheiro na época em que era advogado, entre 2007 e 2011. Contudo, fonte da Presidência da República assegurou que a crise política em nada afetará a visita de Cavaco Silva, já que o que está em causa são as relações entre os dois Estados.

Além da delegação empresarial, acompanham Cavaco Silva nas visitas os ministros dos Negócios Estrangeiros e da Economia e representantes dos grupos parlamentares.

A partida para a capital da Bulgária, Sófia, está agendada para domingo e a visita à Roménia começa na quarta-feira.
 


Bulgária


Segunda-feira:

Cerimónia oficial de boas-vindas: Cavaco será recebido pelo Presidente da Bulgária, Rosen Plevneliev, com honras militares. Depois, haverá um encontro entre os dois chefes de Estado e uma conferência de imprensa conjunta.

Visitas culturais: durante a tarde o Presidente da República vai visitar a Igreja Boyana e o Museu Nacional de História.

Jantar: o primeiro dia termina com um jantar oferecido por Rosen Plevneliev.
 


Terça-feira:

Fórum Empresarial Bulgária-Portugal: o Presidente da República estará na abertura do fórum, que contará com a presença dos chefes de Estado dos dois países e da delegação empresarial que acompanha Cavaco nesta deslocação. Aí, será assinado o acordo de constituição da Câmara de Comércio Portugal-Bulgária.

Assembleia Nacional: a comitiva presidencial partirá depois para a Assembleia Nacional, onde Cavaco Silva se vai encontrar com a presidente daquele órgão, seguindo depois para o Conselho de Ministros, onde se vai reunir com o primeiro-ministro búlgaro, Boyko Borisov.

Visitas culturais: a tarde deste segunda dia volta a ser dedicada à cultura, com uma visita à Universidade de Sófia, onde Cavaco Silva irá agraciar personalidades búlgaras, seguindo-se depois um concerto de fado de Ana Moura.


Roménia:


Quarta-feira

Receção: o chefe de Estado dará início à visita oficial à Roménia, deslocando-se à capital Bucareste. Vai ser recebido pelo homólogo romeno, Klaus Werner Iohannis, com quem dará depois uma conferência de imprensa conjunta.

Tarde: Cavaco Silva vai encontrar-se com o presidente do Senado e o presidente da câmara dos Deputados, terminando o dia com um jantar oferecido pelo Presidente da Roménia.
 

Quinta-feira:

Fórum Empresarial Roménia-Portugal: no último dia da viagem, Cavaco Silva vai abrir o fórum, encontrando-se de seguida com o primeiro-ministro Vitor Ponta.

Colóquio "Portugal e Roménia: um eterno retorno": Cavaco Silva vai encerrar o colóquio organizado pelo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, onde terá oportunidade de entregar diplomas a tradutores e editores romenos.

Parl Lake Plaza: a comitiva vai visitar o local de construção do Park Lake Plaza, um empreendimento da Sonae Sierra que constitui um investimento de 180 milhões de euros. O futuro centro comercial que está a ser construído pela Sonae Sierra vai ser gerido pela empresa portuguesa, terá cerca de 200 lojas e mais de dois mil lugares de estacionamento, estando a sua inauguração prevista para 2016.

Concerto de Ana Moura: a visita termina com um concerto de fado de Ana Moura e uma receção em honra de Klaus Werner Iohannis.