"Temos estudado todos, todos os cenários, todos os cenários foram estudados na Presidência da República ao longo deste tempo, agora só nos falta saber qual o cenário que vai ser determinado pelos portugueses depois da sete da tarde".





"Especulações não faço, aguardo com toda a serenidade o conhecimento dos resultados e amanhã, como se costuma dizer, é um dia em que o Presidente da República tem de refletir muito, muito, muito bem."



"Sempre pensei que era possível ajustar os calendários, parece que as organizações futebolísticas e os clubes não o conseguiram fazer, mas que não seja desculpa para os portugueses não irem votar, eu convido todos a organizarem a sua vida ainda esta tarde e encontrarem um espaço para exercer o direito cívico de votar".

A ausência no 5 de Outubro


"Os Presidentes da República não vão às cerimónias do 5 de Outubro quando calha em tempo eleitoral, foi assim com os meus antecessores, é assim comigo".



"Os Presidentes da República não costumam ir em tempo eleitoral à câmara municipal no dia 5, foi assim com os meus antecessores, foi assim comigo noutra ocasião e será assim comigo amanhã".