O Presidente da República recebe, nesta quinta-feira, em audiência as confederações do comércio e serviços, dos agricultores e do turismo, assim como a confederação empresarial, segundo a agenda divulgada por Belém.

Pela manhã, às 10:00, Cavaco Silva recebe, no Palácio de Belém, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), e pelas 11:30 a Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP).

As audiências retomam depois à tarde. Às 15:00, o chefe de Estado ouve a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP), seguindo-se a Confederação do Turismo Português (CTP) às 17:00.

O Presidente da República começa a ouvir os parceiros sociais dois dias depois da aprovação de rejeição do Programa do XX Governo Constitucional, e depois de ter recebido na quarta-feira o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, que comunicou a decisão do parlamento ao Chefe de Estado.

A moção de rejeição do PS ao Programa do XX Governo Constitucional foi aprovada na terça-feira com 123 votos favoráveis de socialistas, BE, PCP, PEV e PAN, o que implicou a demissão do executivo PSD/CDS-PP.

A moção de rejeição do PS teve 107 votos contra provenientes da totalidade dos deputados das bancadas do PSD e do CDS-PP.

A rejeição do Programa do Governo exige o voto de uma maioria absoluta dos deputados em efetividade de funções, ou seja, pelo menos 116 parlamentares e, segundo o artigo 195.º da Constituição, implica a demissão do executivo, que se manterá em gestão até à posse de um novo Governo.

Também na quarta-feira Cavaco Silva recebeu o primeiro-ministro para a habitual reunião semanal.