A última conferência dos "Roteiros do Futuro", da Presidência da República, decorre esta sexta e sábado na Fundação Champalimaud, em Lisboa, e conta com intervenções do economista Mário Centeno e do ex-secretário de Estado da Cultura Francisco José Viegas.


O tema escolhido pela Presidência da República para a última conferência internacional foi "Portugal e os Jovens - Novos Rumos, Outra Esperança".


Com uma estrutura idêntica às três primeiras conferências do Roteiro - realizadas em 2012, 2013 e 2014 - o ponto de partida para as reflexões dos conferencistas será um estudo aos jovens portugueses, encomendado pela Presidência da República, e que será apresentado pela investigadora do Instituto de Ciências Sociais, Marina Costa Lobo.

Depois deste primeiro painel, seguem-se outros dois, um dedicado ao emprego e outro à cidadania.

Um dos conferencistas do painel dedicado ao emprego será o economista Mário Centeno, diretor-adjunto no departamento de Estudos Económicos do Banco de Portugal e coordenador do cenário macroeconómico recentemente apresentado pelo PS.

Neste painel intervêm ainda a inglesa Jacqueline O'Reilly, que coordena um projeto de investigação europeu sobre o desemprego dos jovens e Miguel Pina Martins, fundador e diretor executivo da Science4You.

O painel dedicado à cidadania terá como conferencistas Filipe Santos, presidente da comissão diretiva da "Portugal Inovação", a húngara Anna Horvath, técnica da comissão europeia e o jovem Miguel Pavão, fundador e presidente da Organização Não Governamental "Mundo a Sorrir - Médicos Dentistas Solidários".

Para sábado ficam reservados os painéis sobre mobilidade e cultura.

A cerimónia de abertura fica a cargo da presidente da Fundação Champalimaud Leonor Beleza, do Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, que discursará também no encerramento da conferência, e do comissário da iniciativa João Lobo Antunes.