O Presidente da República defendeu este sábado que as regiões do interior devem aproveitar os recursos naturais e o património cultural e paisagístico que possuem. Aníbal Cavaco Silva sublinhou que são «oportunidades» que não podem ser desperdiçadas.

«Nestas terras do interior profundo do nosso país, onde são sempre mais os que partem do que os que permanecem, o bom aproveitamento dos recursos naturais e do património cultural e paisagístico representam oportunidades que não podemos desperdiçar», disse.

Para o Presidente da República é «essencial» e «importante» atrair para as regiões mais desfavorecidas «pessoas, investimento, turistas, eventos, empresas e instituições».

Cavaco Silva sublinhou ainda que cabe aos autarcas «em larga medida» dinamizar o interior, aproveitando as potencialidades económicas e, ao mesmo tempo, «valorizando a criatividade e a audácia das populações».

O Presidente da República falava em Castelo de Vide, no decorrer da cerimónia de reinauguração do Cine-Teatro Mouzinho da Silveira, espaço cultural situado no centro daquela vila alentejana.

Na visita a Castelo de Vide, Cavaco Silva visitou ainda uma fábrica de captação e engarrafamento de água.