«Não há quase ninguém que vá falar com o Presidente que não lhe entregue documentos. Se alguém me entregou [documentos] da parte dos bancos, como não tenho o poder executivo, devo ter entregue a mesma coisa ao Governo». 


«O Presidente da República é informado, em primeiro lugar, pelas entidades oficiais e, depois, porque deve acompanhar os assuntos nacionais, concede audiências a quem as solicita e que ele considere relevante».


Numa carta enviada aos deputados



as perguntas que os deputados da comissão de inquérito lhe colocaram«O Presidente nunca revela o que se passa com ele. Não tenho esclarecimentos adicionais a prestar»

«As pessoas têm que ter confiança no Presidente, de que ele mantém a reserva do que ali se passa». 

«O Presidente tem como função fundamental ouvir os portugueses para saber como vai o país e por isso concede um número de audiências que ultrapassa tudo aquilo que possam imaginar e elas são sempre mantidas reservadas. Nunca conseguirei reproduzir com rigor aquilo que dizem em milhares de audiências. É uma ignorância que alguns revelam em relação ao trabalho de um Presidente».


«Alguns jornalistas e políticos disseram fiz alguma declaração sobre o BES. É mentira. Fiz três afirmações sobre o Banco de Portugal e mais nada. Nunca fiz nenhuma declaração sobre o BES. Sou o único político em Portugal que tudo o que diz está no site da Presidência».