enviado uma carta à comissão

- Qual o teor das reuniões efetuadas com o Dr. Ricardo Salgado e qual a natureza da presença do Sr. Presidente da República? 

- Quais os contornos da discussão relativa à garantia soberana concedida pelo Estado Angolano ao BESA e se, acerca da mesma ou do seu cancelamento, foram efetuadas diligências por parte do Sr. Presidente da República?

- Que tipo de apoio foi solicitado ao Sr. Presidente da República e quais as diligências efetuadas nesse âmbito?

- Que outros contactos existiram (se existiram) no sentido de acompanhar a situação financeira do GES/BES, quer com membros do grupo económico como do Governo e reguladores?»




Presidente da República recusou revelar o seu conteúdo

«Como tenho dito várias vezes, as matérias tratadas nas audiências com o Presidente da República são reservadas e nunca revelei aquilo que se passa nas reuniões, quer com políticos, quer com sindicalistas, quer com cientistas, quer com empresários. Fazem parte da informação que compete ao Presidente recolher sobre a situação do país», disse, a 9 de dezembro.









«Há informações que devem ser fornecidas à comissão de inquérito», diz o PCP.

PCP quer «o depoimento [de Cavaco Silva] por escrito

PS também quer ouvir Cavaco







PSD quer saber «fundamentos» da oposição













Na carta que Salgado enviou esta quinta-feira para a comissão de inquérito, revela ainda que se encontrou, também, com o vice-primeiro-ministro Paulo Portas. Quanto aos restantes contactos políticos que constam desta carta agora enviada ao Parlamento, Ricardo Salgado  já tinha revelado que se encontrou com Pedro Passos Coelho, Maria Luís Albuquerque, Carlos Moedas e até Durão Barroso.