«UE fechou olhos a disparate que se fez em Portugal»

Comentário do juiz Carlos Moreno a respeito das PPP

Por: Redação    |   18 de Novembro de 2012 às 01:41
O juiz Carlos Moreno considera que foram feitos vários disparates em Portugal a propósito das Parceiras Público-Privadas e com o consentimento da União Europeia.

Em entrevista na TVI24, o juiz jubilado do Tribunal de Contas comentou o estudo da Universidade Católica que coloca Portugal como o campeão do mundo no que respeita às PPP [ver artigo relacionado].

E assumiu que a UE teve um «fechar de olhos a um disparate que se fez em Portugal» do ponto de vista «económico e financeiro».
PUB
EM BAIXO: Juiz Carlos Moreno
Juiz Carlos Moreno
COMENTÁRIOS

PUB
Grécia: tribunal administrativo considera referendo legal

Principal tribunal administrativo da Grécia, o Conselho de Estado considerou, esta sexta-feira, o referendo de domingo legal. Decisão do Conselho de Estado é vinculativa. Pedido de apreciação da legalidade do referendo foi apresentado na quarta-feira por doze advogados