«UE fechou olhos a disparate que se fez em Portugal»

Comentário do juiz Carlos Moreno a respeito das PPP

Por: Redação    |   18 de Novembro de 2012 às 01:41
O juiz Carlos Moreno considera que foram feitos vários disparates em Portugal a propósito das Parceiras Público-Privadas e com o consentimento da União Europeia.

Em entrevista na TVI24, o juiz jubilado do Tribunal de Contas comentou o estudo da Universidade Católica que coloca Portugal como o campeão do mundo no que respeita às PPP [ver artigo relacionado].

E assumiu que a UE teve um «fechar de olhos a um disparate que se fez em Portugal» do ponto de vista «económico e financeiro».
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Juiz Carlos Moreno
Juiz Carlos Moreno
COMENTÁRIOS

PUB
MP abre inquérito para apurar violação do segredo de justiça

PGR quer apurar fugas de informação para a comunicação social sobre a detenção de José Sócrates. O comunicado da Procuradoria foi emitido esta terça-feira. A Octapharma, a farmacêutica para a qual o ex-governante prestava serviços de consultadoria, também informou esta terça-feira que cessa o vínculo contratual com José Sócrates. No primeiro dia na cadeia de Évora, Sócrates recebeu a visita da ex-mulher. Cá fora, sucedem-se as reações à prisão do antigo primeiro-ministro, que pode ficar em preventiva até 2018