«UE fechou olhos a disparate que se fez em Portugal»

Comentário do juiz Carlos Moreno a respeito das PPP

Por: Redação    |   18 de Novembro de 2012 às 01:41
O juiz Carlos Moreno considera que foram feitos vários disparates em Portugal a propósito das Parceiras Público-Privadas e com o consentimento da União Europeia.

Em entrevista na TVI24, o juiz jubilado do Tribunal de Contas comentou o estudo da Universidade Católica que coloca Portugal como o campeão do mundo no que respeita às PPP [ver artigo relacionado].

E assumiu que a UE teve um «fechar de olhos a um disparate que se fez em Portugal» do ponto de vista «económico e financeiro».
PUB
EM BAIXO: Juiz Carlos Moreno
Juiz Carlos Moreno
COMENTÁRIOS

PUB
Comprador do Novo Banco não terá de pagar aos lesados do BES

Banco de Portugal informou os interessados na compra do Novo Banco que não terão de reembolsar os clientes do BES que subscreveram papel comercial do GES. A questão foi colocada pelos próprios e a resposta, que consta de uma deliberação de 13 de maio, foi esta sexta-feira tornada pública