O presidente do Grupo Parlamentar do PS, Carlos César, vai ter de substituir cinco dos seus 12 vice-presidentes da bancada socialistas, que vão transitar para o Governo liderado por António Costa, que toma posse na quinta-feira.

Da direção da bancada liderada por Carlos César, eleita no passado dia 28 de outubro, saem para o Governo Ana Paula Vitorino (ministra do Mar), Pedro Nuno Santos (secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares), Fernando Rocha Andrade (secretário de Estado dos Assuntos Fiscais), José Apolinário (secretário de Estado das Pescas) e José Luís Carneiro (secretário de Estado das Comunidades).

Continuam como vice-presidentes na direção de Carlos César, a futura secretária-geral Adjunta Ana Catarina Mendes, Lara Martinho (Açores), Carlos Pereira (Madeira), Pedro Delgado Alves, Susana Amador, Helena Freitas e João Galamba, sendo que este último é também desde o início desta semana porta-voz da direção do PS.

Fonte da direção da bancada socialista disse à agência Lusa que os cinco nomes que vão preencher os lugares deixados na direção do Grupo Parlamentar do PS deverão ser indicados na segunda semana de dezembro.

A mesma fonte adiantou que a próxima semana será preenchida pelo debate do programa do XXI Governo Constitucional e a bancada socialista terá em funções sete dos seus 12 vice-presidentes.

Na sexta-feira, após a tomada de posse do XXI Governo Constitucional, entram no Grupo Parlamentar do PS 21 deputados novos, substituindo outros tantos que iniciam a partir de quinta-feira funções no Governo de António Costa.

"A próxima semana servirá para aferir como fica a bancada socialista. As escolhas deverão ser feitas depois", disse à agência Lusa fonte da direção da bancada do PS.