O líder parlamentar do PS, Carlos César, disse esta quinta-feira partir com "expectativas positivas" para as votações na sexta-feira sobre projetos socialistas em torno de reposição de salários.

"Tenho expectativas positivas de que todas as iniciativas em que o PS está envolvido serão aprovadas", vincou, em declarações aos jornalistas no parlamento no final da reunião desta manhã do grupo parlamentar socialista.


Questionado sobre propostas de outros partidos, nomeadamente do PCP, pedindo uma maior rapidez na devolução integral de salários ou num maior alcance no que respeita à sobretaxa de IRS, Carlos César vincou que "o que tem havido, e continuará a haver, e será a prática corrente na gestão parlamentar por parte do PS é o contacto e diálogo continuado", seja "em termos bilaterais" ou "multilaterais" com os partidos que suportam o Governo "de forma a conjugar posições naquilo que é essencial e importante".
 

E prosseguiu: "Nas matérias que não há consensos, não há problemas nenhuns, não há. Exercemos a nossa liberdade e é para isso que serve o parlamento e é nessa condição que todos fomos eleitos".


Cada partido, acrescentou ainda, "tem o seu posicionamento próprio e a sua liberdade".