Está oficialmente lançada a campanha de António Costa nas redes sociais, para as legislativas do dia 4 de outubro. A denominação CostaPS2015 e a hastag #costa2015 serão utilizadas até às eleições como forma de promover o programa eleitoral do PS, apresentado em maio passado.

As contas do Facebook e Twitter passaram a estar ativas desde segunda-feira. No Facebook, Costa publicou um vídeo com 16 segundos, onde volta a utilizar o slogan "Uma Alternativa de Confiança", pese embora a polémica com os cartazes

Ao início desta noite de terça-feira, a primeira tinha 36.000 gostos. Já a rede dos 140 caracteres contava com 293 seguidores.

 

A estratégia da campanha do secretário-geral socialista passa, ainda, por contas no Instagram, Flickr Tumblr. No Youtube, a conta utilizada será a do Partido Socialista. 

Todas as informações e a campanha do PS podem ser acompanhadas no site Costa 2015.

Se o Partido Socialista foi o primeiro a apresentar o seu programa eleitoral final, a coligação Portugal à Frente antecipou-se nas redes sociais. 

Logo no final de junho, lançou a página do Facebook Portugal à Frente, também com um vídeo, mais longo, de três minutos e meio e com o slogan "Confie na maioria que coloca Portugal à Frente". No entanto, a esta altura conta com menos gostos (30.000). 

No mês seguinte, chegou a conta no Twitter. A coligação PSD/CDS-PP está presente nas mesmas plataformas que o PS - YouTube, com canal próprio "Portugal à Frente; Instagram e Flickr -, menos no Tumblr. 

Já quanto ao programa eleitoral, a coligação demorou dois meses em relação ao PS para dar a conhecer publicamente as "garantias" e não promessas, como faz questão de frisar, aos portugueses. 

Se o PS causou polémica com os cartazes de campanha, agora as atenções estão também viradas para os cartazes da coligação do PSD e do CDS-PP, uma vez que as fotografias das pessoas que neles aparecem são de um banco de imagens e os protagonistas nem sequer são cidadãos portugueses.