José Sócrates recebeu esta sexta-feira duas visitas: o antigo Presidente da República, Mário Soares, e o advogado Pedro Delille.
 

Mário Soares foi pela quinta vez à cadeia de Évora. Desta vez fez uma visita muito curta ao ex-primeiro-ministro. Soares foi parco em palavras à saída. O antigo chefe de Estado limitou-se a dizer aos jornalistas que José Sócrates “está sempre bem”.
 

Mário Soares mostrou-se “menos otimista” que o advogado de José Sócrates (veja o vídeo). 



Antes, foi a vez de Pedro Delille visitar o seu constituinte, um dia depois de João Araújo.

Falando em nome de ambos, o advogado disse ao microfone da TVI: “Estamos muito otimistas”.

Delille adiantou que o interrogatório no DCIAP, em Lisboa, a que José Sócrates, foi sujeito na quarta-feira “correu muito bem".
 

"Pensamos que ficou esclarecida qualquer suspeita que houvesse na mente do Ministério Público contra ele. Neste momento, penso que já não haverá. Estamos à espera de uma decisão de levantar” a medida de coação máxima a que o ex-primeiro-ministro foi submetido em novembro de 2014.


O advogado disse, no entanto, que “nos processos tudo é possível, mas não há nenhum motivo que nos leve a pensar que será ou não será na próxima semana” que Sócrates voltará a ser ouvido.

E acrescentou: “Nós estamos à espera desde o princípio que nos apresentem uma série de documentos”, mas mais não adiantou, ao abrigo do segredo de justiça.