O Presidente da República transmitiu na sexta-feira as suas condolências à família de Daniel Falcão, o oitavo bombeiro a morrer nos incêndios deste verão, e à corporação de Miranda do Douro, disse à Lusa fonte da Presidência.

Segundo a mesma fonte, não foi Cavaco Silva, que se encontrava na sexta-feira à noite numa cerimónia oficial, a apresentar as condolências, mas sim os serviços da Presidência da República, que ligaram à corporação ao comandante da corporação de Miranda do Douro.

A presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, também lamentou a morte de Daniel Falcão e prestou tributo ao «sacrifício destes heróis».

Numa mensagem de pesar endereçada aos bombeiros, família e amigos de Daniel Falcão, Assunção Esteves sublinha que este «verão de sofrimento enche de luto a sociedade portuguesa» e que a morte de mais um bombeiro pesa «insuportavelmente nesta contagem dolorosa de um verão de incêndios».

«Curvamo-nos perante o sacrifício destes heróis e o seu exemplo, curvamo-nos todos numa gratidão unânime e sem limites», conclui a presidente da Assembleia da República.