«Seis em cada 10 postos de trabalho criados são precários, são estagiários, são contratos Emprego Inserção. Aquilo que o BdP hoje nos diz vem em linha com aquilo que o BE tem vindo a afirmar relativamente aos dados do emprego», afirmou, nos Passos Perdidos do Parlamento, lembrando a auditoria pedida pelos bloquistas ao Tribunal de Contas em relação a estágios profissionais e outras modalidades de ocupação praticadas no setor público.


«As pessoas têm direito a ter um emprego, lutam por isso, e faz parte da sua dignidade enquanto cidadãos serem pagos, bem pagos, por esse emprego. Os estágios profissionais, como bem sabemos, são pessoas que ocupam postos de trabalho que são permanentes e, como tal, deviam ter esse direito», continuou Mariana Aiveca.




«A economia continua a crescer»





«São notícias muito positivas, muito boas e muito animadoras, estamos no trimestre de agosto a outubro a crescer 4%. É de facto muito relevante este crescimento [das exportações], porque significa que estamos a consolidar crescimento», frisou, notando que o aumento das exportações para o mercado comunitário é de 5,5% e o crescimento no mercado extracomunitário foi de 18,3%.






«É necessário repor salários»