A moção afeta à direção do Bloco de Esquerda (BE), que será levada à X Convenção do partido, a decorrer no sábado e no domingo, elegeu 523 deputados para o encontro, 81,8% dos totais, revelou a organização.

A moção conjunta que as principais tendências do BE levam à próxima Convenção - a moção A, "Força da esperança - o Bloco à conquista da maioria" - elegeu 523 delegados, que comparam com 60 delegados (9,39%) eleitos pela moção R e 33 delegados (5,16%) pela moção B.

A moção R tem por nome "Crescer pela Raiz - A radicalidade de reinventar a política" e é encabeçada por Catarina Príncipe, ao passo que a moção B - designada "Mais Bloco" - tem em João Madeira o seu representante.

A nível de plataformas locais, sem ligação direta às moções, foram eleitos 23 delegados (3,60%).

A X Convenção do Bloco de Esquerda irá realizar-se em Lisboa, no sábado e domingo, sendo antecedida na sexta-feira à noite por uma sessão internacional com o mote "O tempo dos movimentos na Europa".

O encontro tem a particularidade de ser a primeira Convenção bloquista que se realiza desde que o partido formalizou, com o PS, um acordo parlamentar que foi fundamental para garantir a chegada ao poder no final do ano passado do executivo socialista liderado por António Costa.

A anterior Convenção, a IX, realizou-se em novembro de 2014, também em Lisboa e igualmente no Pavilhão do Casal Vistoso (que alberga o encontro deste ano), sob o lema "Romper com a austeridade".

O mote da X Convenção, que decorre esta semana, é "Mais força para vencer".