A porta-voz do Bloco de Esquerda (BE) afirmou, esta sexta-feira, que o caminho das negociações à esquerda "é difícil e complexo" mas tem de ser feito. Catarina Martins vincou que há quem "esteja assustado" por o partido não desistir.

"Não podemos desistir, e porque não desistimos há quem esteja assustado (...), Manuela Ferreira Leite está em estado de choque", ironizou a porta-voz, citada pela Lusa. Catarina Martins sublinhou que a antiga líder social-democrata "sempre disse que queria defender as pensões, mas que seja o Bloco de Esquerda a defender as pensões já lhe parece muito mal."

Discursando perante apoiantes bloquistas na Casa do Alentejo, em Lisboa, Catarina Martins afirmou que o caminho das negociações que o Bloco está a levar a cabo com o Partido Socialista (PS) e o Partido Comunista Português (PCP) "é difícil, é complexo, mas é mesmo, mesmo o que temos de fazer."