A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, anunciou este sábado que vai ser a cabeça de lista dos deputados do distrito do Porto candidatos às legislativas, à semelhança do que aconteceu em 2009 e 2011.

“Em 2009 fui candidata à Assembleia da República pelo distrito do Porto. Em 2011 fui candidata pelo distrito do Porto. Em 2015, surpreendentemente, e por acaso até foi mesmo uma ideia minha, vou ser candidata pelo distrito do Porto”, ironizou a bloquista, numa intervenção no Porto, depois de comentar que recentemente alguém se tinha admirado pelo facto de não ser a primeira vez que a bloquista integra as lista do BE pelo distrito.


José Soeiro, que nas autárquicas de 2013 foi o candidato do BE à Câmara do Porto, que marca presença no Parlamento como deputado desde 2005 e que em março deste ano regressou à Assembleia da República para substituir o ex-coordenador dos bloquistas, João Semedo (também eleito pelo Porto), vai ser o segundo da lista dos candidatos do partido pelo distrito às legislativas deste ano.

“Nos últimos quatro anos o BE teve dois deputados eleitos pelo distrito do Porto e foi um mandato intensivo, com duas mil perguntas e mais de 160 iniciativas legislativas”, descreveu José Soeiro, fazendo questão de lembrar que é a João Semedo que o país deve a existência do estatuto da dádiva de sangue” e do testamento vital, por exemplo.


Soeiro notou que o distrito do Porto tem “245 mil desempregados, dos quais 65 mil não têm subsídio de desemprego”, alertando que o Rendimento Social de Inserção é, atualmente, “menos de metade do que era em 2012”.

Luís Monteiro, Domicília Costa, Jorge Campos e Mário Moutinho são os nomes que se seguem na lista de candidatos a deputados do BE pelo Porto.

Fernando Barbosa, delegado sindical da empresa Metro do Porto preenche a nona posição da lista, ao passo que Esmeralda Mateus, presidente da associação de moradores do bairro de Aldoar, no Porto, ocupa o lugar 21.