Catarina Martins afirmou que se a coligação PSD/CDS-PP não tiver maioria, como as projeções indicam, não terá condições para formar Governo e, mesmo que o Presidente da República dê luz verde à hipótese de um governo minoritário, o partido "vai rejeitar no Parlamento essa possibilidade".

"Uma coligação direita minoritaria nao será Govenro se a democracia não lhe der a maioria e pelo BE nao será certamente. A confirmar-se que a direita nao tem maioria se o Presidente da República por filiação partidária ou pouca atenção aos votos, convidar a direita para um Governo, saiba que o BE vai rejeitar no Parlamento essa possibilidade."


Mais, a porta-voz do Bloco reiterou que a posição do partido "é clara" e que espera agora "a resposta dos outros partidos" sobre esta matéria.

"Esperamos agora a resposta dos outros partidos a do Bloco de Esquerda é clara."


A dirigente bloquista vincou que o país precisa de "um plano de urgência".

Catarina Martins destacou ainda o facto de as projeções darem hoje "o melhor resultado de sempre" ao Bloco de Esquerda, com "mais votos  e mais mandatos do que nunca" ,

A projeção da TVI aponta que o BE reúne 10,2% dos votos, e surge como terceira força política, acima da CDU.