O Bloco de Esquerda indicou esta terça-feira o nome do antigo coordenador do partido Francisco Louçã para a lista a propor pela esquerda de representantes da Assembleia da República no Conselho de Estado, disse à Lusa fonte partidária.

O nome de Francisco Louçã foi indicado pelo Bloco de Esquerda depois de uma reunião da Comissão Política do partido, terça-feira à noite, em Lisboa.

"A Comissao Política do Bloco de Esquerda reuniu-se esta noite e aprovou a participação do Bloco no Conselho de Estado, indicando o nome de Francisco Louçã para essa representação", refere uma nota entretanto publicada no site esquerda.net.


Economista e professor catedrático, Francisco Louçã foi fundador do Bloco de Esquerda e assumiu formalmente o cargo de coordenador do partido entre 2005 e 2012. Foi deputado pelo partido entre 1999 e 2012.

O PCP já tinha indicado na terça-feira o nome de Domingos Abrantes, membro do Comité Central comunista, para a lista que será encabeçada pelo líder da bancada do PS e presidente do partido, Carlos César.

Hoje, é o prazo limite para a entrega de listas, as quais serão votadas na sexta-feira, em sessão plenária, prevendo-se a apresentação de um outro conjunto de nomes defendido por PSD e CDS-PP e, em princípio, encabeçado pelo fundador social-democrata Francisco Pinto Balsemão.

Na sexta-feira, a Assembleia da República elege os seus cinco representantes para o Conselho de Estado e o resultado será apurado com base na aplicação do método d'Hondt, muito provavelmente três elementos da esquerda e dois da antiga coligação governamental PSD/CDS-PP.