O Bloco de Esquerda exibiu cartazes com a bandeira grega no Parlamento, durante a votação do voto de solidariedade que apresentou para com o povo grego. O texto acabou por ser chumbado, bem como o do PCP, mas o momento agitou a Assembleia da República, com algumas picardias entre parlamentares que obrigou a própria Presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves, a intervir.

"Estamos a votar e isto é uma instituição. A minha afirmação é válida para todos os ruídos", declarou Assunção Esteves.


Os votos de solidariedade da maioria PSD/CDS-PP e do PS para com os cidadãos gregos foram, pelo contrário, aprovados.

O texto do PSD e CDS-PP teve os votos favoráveis de ambos os partidos, a abstenção do PS e o voto contra das restantes forças políticas, ao passo que o documento socialista - "por uma solução negociada que reforce o projeto europeu, fortaleça o euro e reconheça as aspirações fundamentais do povo grego" - foi viabilizado com a abstenção da maioria e os votos contra de PCP, BE e "Os Verdes".


.