A porta-voz do BE, Catarina Martins, desafiou esta segunda-feira o Governo a posicionar-se entre os países que querem «que fique tudo na mesma» na Europa ou os que defendem a reestruturação das dívidas para que haja «outro futuro na Europa».

Numa conferência de imprensa na sede do partido, a líder bloquista voltou a defender a participação de Portugal numa conferência europeia para a reestruturação das dívidas soberanas, algo que o primeiro-ministro já recusou liminarmente.

Catarina Martins considerou que o executivo português tem «a obrigação histórica» de apoiar o novo governo grego nesta iniciativa e «as forças da Europa que querem mudança».

«O Governo português não pode continuar no campo que está a tirar a possibilidade de futuro ao nosso país, se em Portugal não foi nada feito podemos ficar tristemente na condição do país que ficou sempre com as piores condições, mesmo quando outros países negociavam um outro futuro e um novo horizonte na Europa», afirmou.