novos cargos




“Se um dia Passos Coelho e Paulo Portas atacaram os ‘jobs for the boys’ resolveram seguir o mesmo caminho”