PSD, PS e CDS-PP votaram esta sexta-feira contra dois projetos de lei de PCP e Bloco de Esquerda (BE) com vista à eliminação do pagamento de taxas moderadoras na Saúde.

Os projetos tiveram «luz verde» de PCP, BE e «Os Verdes», e votos contra das restantes bancadas, com uma deputada do PS, Maria Antónia Almeida Santos, a abster-se.

Os documentos de PCP e BE diziam que as taxas consistem num «obstáculo» na «universalidade de acesso» aos cuidados médicos.

Projetos de ambas as forças políticas referentes à isenção de encargos com o transporte não urgente de doentes foram também esta sexta-feira chumbados no parlamento.