logotipo tvi24

Relvas «disse que ia revelar dados privados»

Bárbara Reis, diretora do «Público», contradisse declarações de Miguel Relvas, que a precedeu nas audições na ERC

Por: Redacção / PC    |   2012-05-24 14:11

A diretora do jornal «Público» foi ouvida na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) nesta quinta-feira e afirmou, após a audição, que Miguel Relvas ameaçou relevar «dados privados» da vida da jornalista Maria José Oliveira na sequência das pressões do ministro Adjunto.

«Estamos todos de acordo em relação ao essencial: que houve pressão e que a pressão é inaceitável», afirmou Bárbara Reis na conferência de imprensa que se seguiu à sua audição.

A diretora do «Público» foi ouvida na ERC depois de Miguel Relvas. O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares declarou posteriormente à sua audição: <«Não houve da minha parte qualquer pressão.» [ver artigo relacionado]

Partilhar
EM BAIXO: Bárbara Reis, diretora do «Público» na ERC
Bárbara Reis, diretora do «Público» na ERC

PS: Comissão de Fiscalização pede dados sobre quotas
E remeteu eventuais questões disciplinares para a Comissão Nacional de Jurisdição
«Em ano de eleições, se deus ajudar, até descem os impostos»
Comentário de Augusto Santos Silva na TVI24
«Lista de pedófilos é um incentivo à justiça popular»
Comentário de Santos Silva na TVI24
EM MANCHETE
«Eu estou de volta, Obama»
Jihadistas do Estado Islâmico divulgam novo vídeo com decapitação do jornalista Steven Sotloff. Carrasco parece ser o mesmo homem britânico
Cavaco recorda as suas palavras sobre o caso GES
«Lista de pedófilos é um incentivo à justiça popular»