logotipo tvi24

Relvas «disse que ia revelar dados privados»

Bárbara Reis, diretora do «Público», contradisse declarações de Miguel Relvas, que a precedeu nas audições na ERC

Por: Redacção / PC    |   2012-05-24 14:11

A diretora do jornal «Público» foi ouvida na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) nesta quinta-feira e afirmou, após a audição, que Miguel Relvas ameaçou relevar «dados privados» da vida da jornalista Maria José Oliveira na sequência das pressões do ministro Adjunto.

«Estamos todos de acordo em relação ao essencial: que houve pressão e que a pressão é inaceitável», afirmou Bárbara Reis na conferência de imprensa que se seguiu à sua audição.

A diretora do «Público» foi ouvida na ERC depois de Miguel Relvas. O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares declarou posteriormente à sua audição: <«Não houve da minha parte qualquer pressão.» [ver artigo relacionado]

Partilhar
EM BAIXO: Bárbara Reis, diretora do «Público» na ERC
Bárbara Reis, diretora do «Público» na ERC

Passos «vai ter que descalçar a bota e explicar» ajuda ao BES
Comentário de Constança Cunha e Sá
BES «não pode transformar-se num novo BPN»
António José Seguro rejeitou esta sexta-feira que o Estado venha a intervir no Banco Espírito Santo
Passos: Moedas «será um excelente comissário»
Antigo secretário de Estado escolhido para comissário europeu