O advogado Pedro Pestana Bastos é o candidato do CDS-PP à presidência da Câmara Municipal de Loures, disse à Lusa a presidente da Concelhia de Loures daquele partido, que retirou o apoio a André Ventura.

“É um político com traquejo”, afirmou a presidente da Concelhia de Loures do CDS-PP, Lizette Carmo, acrescentando que está “confiante” com a candidatura do advogado Pedro Pestana Bastos: “É uma boa escolha, ele é da concelhia”.

O advogado Pedro Pestana Bastos também confirmou à Lusa a candidatura pelo CDS-PP à Câmara Municipal de Loures.

Na terça-feira, o CDS-PP anunciou que iria seguir "um caminho próprio" nas eleições autárquicas em Loures, abandonando a coligação com o PSD, encabeçada por André Ventura, expressando "profundo incómodo" pela forma como o candidato se referiu à comunidade cigana.

"No seguimento das recentes declarações do candidato à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, e depois de o CDS ter manifestado no seio da coligação o seu profundo incómodo com as referidas afirmações, decidiu o CDS seguir um caminho próprio no concelho de Loures nestas eleições autárquicas de 2017", anunciou o líder da distrital de Lisboa do partido, João Gonçalves Pereira.

Entre outras referências, André Ventura afirmou numa entrevista publicada na semana passada pelo jornal i que há pessoas que "vivem quase exclusivamente de subsídios do Estado" e que acham "que estão acima das regras do Estado de direito", considerando que tal acontece particularmente com a comunidade cigana.

Nas próximas eleições autárquicas, marcadas para 1 de outubro, concorrem à presidência da Câmara de Loures Bernardino Soares (CDU), Sónia Paixão (PS), André Ventura (coligação PSD e PPM), Fabian Figueiredo (BE) e Pedro Pestana Bastos (CDS-PP).