O secretário-geral do PS, António José Seguro, disse este domingo, em Seia, esperar que o Parlamento preste rapidamente esclarecimentos sobre alegados pagamentos que Pedro Passos Coelho terá recebido da empresa Tecnoforma enquanto era deputado.

Seguro, que falava aos jornalistas à margem de um jantar/comício de apoio à sua candidatura às primárias do PS, lembrou que o primeiro-ministro «preferiu não dar explicações e remeteu para o Parlamento».

«Aquilo que eu aguardo é que o Parlamento rapidamente dê os esclarecimentos e preste os esclarecimentos que o primeiro-ministro entendeu não dar e remeter para o Parlamento», declarou o líder da oposição.