O secretário-geral do PS afirmou hoje que ficará demonstrada a matriz do atual Governo caso se confirme que o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, mentiu sobre as suas relações com a Sociedade Lusa de Negócios (SLN).

«Ninguém pode mentir e a confirmar-se essa mentira isso significa que há uma matriz neste Governo. Já não será o primeiro membro do Governo a fazê-lo. A ministra [de Estado] e das Finanças [Maria Luís Albuquerque] fez a mesma coisa», sustentou o líder socialista, numa alusão ao caso das swaps.

Ainda de acordo com Seguro, durante a última campanha para as eleições legislativas, em 2011, «o primeiro-ministro também prometeu que não faria cortes retroativos nas pensões, mas agora está a fazer o contrário».

«Há qual uma matriz que evidencia qual é a natureza deste Governo», frisou.

Também em relação ao caso de Rui Machete, o secretário-geral do PS defendeu que «não se pode ter na vida pública - e muito menos nos governos - gente que não inspira confiança, gente que diz uma coisa antes e outra depois».

«O país vive uma situação difícil e os portugueses estão a passar por graves dificuldades. Precisamos de ter no Governo gente que inspire confiança», acrescentou.