"Se António Guterres se candidatar contará com todo o empenhamento do Governo e do povo de Cabo Verde e, no quadro bilateral e multilateral, designadamente na CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) PALOP (Países Africanos de Língua Portuguesa) e Nações Unidas, para que seja eleito, tenha sucesso nesta candidatura e possamos assim ter um lusófono à frente da secretaria-geral das Nações Unidas", disse José Maria Neves.












candidatura de António Guterres