O candidato do PS a primeiro-ministro, António Costa, acusou hoje o Governo de se concentrar a atacar o partido e a fazer oposição à oposição, afirmando que está na hora de mudar de lugar.

António Costa começou e concluiu o discurso numa sessão com militantes, em Bragança, para apresentar a agenda para a década, referindo-se a intervenções do Governo contra o Partido Socialista (PS).

«Não é por acaso que, nas últimas semanas, a propósito ou a despropósito, cada membro do Governo que fala é para bater e atacar o Partido Socialista e o que eu acho extraordinário é que com tantos problemas que existem em Portugal, com tantos problemas que os portugueses têm, o Governo em vez de se concentrar a fazer o que devia, que é governar e resolver os problemas do país, se concentre a atacar o Partido Socialista e a fazer oposição à oposição», declarou.

Para António Costa «dá vontade de dizer que, se de facto estão com tantas saudades de serem oposição e já estão tão cansados de serem Governo, então vão mesmo para a oposição».