O líder do PS, António Costa, afirmou que os resultados da sondagem para as eleições legislativas são "uma enorme responsabilidade”.

Os resultados de uma grande sondagem da TVI, do Público e da TSF, concluiram que, se as eleições fossem hoje, o PS ganharia com cinco pontos de vantagem sobre a coligação PSD-CDS. A sondagem indicou que 37,6% dos eleitores têm intenções votar no Partido Socialista e 32% votariam no atual governo.

Para além disto, 45,9% dos portugueses afirmou achar que vai ser o PS a vencer as eleições.

António Costa, que também foi eleito como o preferido a primeiro-ministro, já veio dizer que os resultados são “obviamente uma enorme responsabilidade”.

“É um sinal de esperança depois de todos estes anos de depressão e também depois de tantos anos de mentira é reconstruir uma relação de confiança com os cidadãos. É sobretudo uma grande responsabilidade”, afirmou o líder do Partido Socialista, em entrevista à TVI.


Apesar dos resultados darem a vitória ao Partido Socialista, não chegam à maioria absoluta, mesmo sendo esta a preferência de 65,7% dos portugueses.

António Costa admitiu que “há muito caminho a fazer porque as pessoas estão naturalmente descrentes e desconfiadas e, por outro lado, há um caminho também a fazer para além de alcançar a maioria que os portugueses desejam”.

 “A sondagem é muito clara: os portugueses desejam que haja um governo maioritário e faltam-nos ainda uns pontos para termos esse governo maioritário. Temos de continuar a trabalhar para criar condições de merecer essa maioria que os portugueses anseiam ter”.


O secretário-geral do PS vai ser hoje entrevistado por Judite de Sousa, em direto para a TVI e a TVI24. A partir das 20:30, António Costa vai responder às perguntas dos portugueses.