O primeiro-ministro e o Presidente da República felicitaram este domingo Inês Henriques, a atleta portuguesa de marcha que conquistou a medalha de ouro nos Mundiais de Atletismo que decorrem em Londres.

António Costa considerou o feito “um motivo de orgulho para Portugal”.

Ouro e record do mundo nos 50km marcha. Brilhante, Inês Henriques! Mais um motivo de orgulho para Portugal. Muitos Parabéns!”, lê-se na mensagem do primeiro-ministro português divulgada na sua conta na rede social Twitter.

Já antes, quando ainda decorria a prova, e a atleta portuguesa liderava a competição, António Costa tinha divulgado uma mensagem de incentivo.

Força Inês Henriques, que continua na frente nos 50km marcha. Aconteça o que acontecer, já é um orgulho para Portugal”, escreveu António Costa.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou a sua “notável prestação”, numa curta nota divulgada na página da Presidência da República na Internet. 

Mais uma notável prestação de uma atleta portuguesa que eleva o nome de Portugal e projeta o atletismo e o desporto nacional”, lê-se na nota.

O ministro da Educação e o secretário de Estado da Juventude e Desporto também já felicitaram a atleta pela sua “inesquecível exibição”.

O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, felicitam a atleta Inês Henriques pela sua inesquecível exibição nos Mundiais de Atletismo de Londres, conquistando a medalha de ouro nos 50km Marcha Femininos”, lê-se numa nota enviada pelo Ministério da Educação (ME).

“A atleta portuguesa, que tem habituado o país a outros grandes feitos na Marcha, deixa assim uma marca indelével na história desta modalidade, tornando-se uma das suas pioneiras nesta distância. A estreia de sonho da marchadora nacional orgulha todos os portugueses, e os amantes de atletismo em particular, pela prestação aguerrida, que se traduziu num novo recorde do Mundo”, lê-se ainda na nota da tutela.

O ministério liderado por Tiago Brandão Rodrigues, com a tutela do Desporto, considera ainda “um histórico e notável feito para o desporto nacional” a medalha de ouro alcançada hoje por Inês Henriques, a qual se segue à medalha de bronze de Nélson Évora, no salto em comprimento.

“A participação nacional em Londres2017 merece o aplauso de todos”, conclui a nota.

A portuguesa Inês Henriques conquistou este domingo a medalha de ouro nos 50 quilómetros marcha dos Mundiais de atletismo, que decorrem em Londres, juntando ao troféu o novo recorde do mundo, que já lhe pertencia.

A atleta do CN Rio Maior, de 37 anos, foi cronometrada em 4:05.56 horas, pulverizando o seu recorde mundial, que estava fixado nas 4:08.25 horas e datava de 15 de janeiro de 2017, em Porto de Mós.

Até chegar a Londres, Inês Henriques tinha no currículo três participações olímpicas, a última das quais no Rio2016, onde alcançou o 12.º posto nos 20 km marcha. A atleta conta ainda um sétimo posto nos Mundiais de 2007 e um nono nos Europeus de 2010, sempre na distância dos 20 km.